segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Toda Flor Tem Seu Espinho

Quando acordar
Não é você
Quem eu vou ver
No meu jardim

E ao respirar
Não sentirei
O seu perfume
Perto de mim

Se você desabrochar
Boa estadia, nesse novo dia
N'outro quintal
Longe do meu suposto mal...

Aaah aah... Eu não quis te machucar...

Sei, toda flor tem espinho
Considere-me a parte espinhosa desse teu caminho
Sei, toda flor tem a parte não tão bela
Amo e cultuo a todas, inclusive ela


Quando precisar
Não poderei
Estar aí
Pra te regar

Se sufocar
Certeza
Fui eu o responsável
Por te cortar

Aaah aah.
Eu só queria te ter aqui
Com meu amor tentar te suprir
Mas não consegui.

Sei, toda flor tem espinho
Considere-me a parte espinhosa desse teu caminho
Sei, toda flor tem a parte não tão bela
Amo e cultuo a todas, inclusive ela