sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

"É, morena"

Mentem os fatos, contatos, retratos.
Sentem sagrados e tornam-se ingratos.
Vão-se os papos e os sacos.
Os cacos... os cacos caem.
Intemperados e de temperamento insuportável, estilhaçam.
Incontroláveis e de tempero indecifrável, destemperam
Indecifrados, recolhem-se à sua própria forma de embrulho:
sem controle, cifras ou tempero. De definição impossível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário