sexta-feira, 1 de julho de 2011

Escala

Se todos seguem lá
Eu vou ao sol contrário
Eu fujo do cenário
Eu furo toda a cena
Eu faço meu cinema
Eu calo meu diário

Se a dó permeia a dor
Em mi, faço sorrisos
Em sí, fazes comigo
O avesso do contrário
Do feliz do imaginário
Até o fim do paraíso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário