domingo, 6 de fevereiro de 2011

Os Galhos de Carlos

O vento sopra forte.
A chuva cai fina, fria e fraca.
No horizonte, galhos e pássaros viram um só.
A caneta continua à mão; e o papel, em branco.
O corpo continua ali, mas a mente, vai longe.
Vai longe e não traz nada. O papel continua em branco. Apenas com alguns desenhos e rabiscos no canto esquerdo, talvez a confusão de galhos e pássaros diante de seus olhos.
Ao lado, na rede que ainda balança, sua maior inspiração dorme; enquanto ele sonha acordado.
Ele diz que a ama.
Ela não escuta, mas no fundo, sabe.
Ele também não necessita ouvir pra saber que é amado.
Carlos coça a cabeça.
Renata continua a durmir
Carlos viaja pensando nela
Enquanto ela sonha
Carlos boceja bem alto, ainda pensando nela. Ele a ama
Renata esboça algum ruido
Algo parecido com ''Ricardo''.

22 comentários:

  1. Inércia mental na hora de escrever e a criatividade falhando é foda né?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nunca escuto quando alguém diz que me ama

    ResponderExcluir
  4. uau, muito bacana. A propósito, odeio os meus 'eu te amo' não retribuídos, no fundo a gente sabe que pode ser recíproco, mas eu sempre tenho minhas dúvidas. Duvide também, carlos, hehe (;

    ResponderExcluir
  5. Cara euri.IUHSAIUAHUIASHSAAIUSH'
    Tu viajou nessa mas gostei.
    ;))

    ResponderExcluir
  6. Maaaaaior viaje viu .
    Mas tá muito bom , Parabéns .
    Idéias bem distribuídas .

    se puder passa lá
    http://pensamentoscontextualizados.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. parabens pelo blog.
    http://www.bigodefedido.com/

    ResponderExcluir
  8. Demais o seu texto!!! Profundo...!!!

    ResponderExcluir
  9. muito bom o conteudo muito bom mesmo em ;D

    ResponderExcluir
  10. Que merda. O tal do "Ricardão" já ganhou tanta fama na nossa cultura, que nomear um bebê de Ricardo, hoje, é sacanagem.

    ResponderExcluir
  11. kkkk, que massa seu texto!
    Bem original e eu acho digno ter originalidade!
    Adorei seu blog, seu estilo.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  12. Ninguém ama igual portanto a reciprocidade talvez seja valida através de ruidos ;)
    Passa lá tbm...
    http://estigmaangel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. rs... legal.. puts acho que se algum dia me sentir igual o carlos não sei o que faria rs...

    bom post..

    abraços

    ResponderExcluir
  14. Que belo texto Caio!
    Você escreve muito bem, parabéns!

    ResponderExcluir
  15. caio escreve muito bem se vc lançar um livro vou ler rsrsr
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Um ruído destruindo ilusões...

    Gostei!

    Criativo!

    ;D

    ResponderExcluir
  17. CRIATIVO, muito bacana!!

    segue? http://freeto-fly.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. mto bom seu blog, parabéns

    http://www.xuberequetetas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Você é um filosofo... Só ainda não se descobriu! Rs... Adorei estar com o link no seu blog, que tanto leio e curto!

    Passei seu link no meu twitter @FabiFolly e no meu Facebook. Gosto mesmo daqui!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  20. e ela nem p/ falar o nome dele...
    passando para conhecer o blog!
    Gostaria que conhecesse meu blog http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir