quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Meu bom pilão

Mais um gole quente, em meio a essa noite fria calorosa, ardente e dolorosa.
Mais uma vez o copo vazio, e o som do mesmo, batendo com força sobre a bancada

Nas mãos, antes ocupada com o copo, encontram-se folhas e uma caneta que escreve nessas folhas, coisas loucas; na cabeça, o princípio do efeito do líquido que preenchia o copo há pouco.

Olho pra dentro desse copo e vejo o que eu já esperava, um fundo escurecido, metaforizando os sentimentos presos no peito, que pulsam, pulsam e pulsam socando minhas costelas tentando externar.

Junto a tudo isso, o desespero, expresso em números, cálculos loucos e frases soltas em cima dos cálculos.

O negro fundo do copo acabou de fazer efeito, mais algumas horas de insonia, mais algumas horas de contas, pena que o café acabou.

Vou perder mais algum tempo para poder escurecer novamente o copo até a boca

sábado, 25 de setembro de 2010

É... um ano.

Dias vão, dias vem. É tempo que passa.
Sete desses dias, formam uma semana, quatro delas formam um mes e doze meses somam um ano.

E veja só, mais um ano se passou.
E não preciso de Natal, aniversário ou carnaval para determinar que se passou um ano, pra isso, basta se passarem 365 dias.
E há 365 dias atrás, o calendário marcada 25 de setembro também, olha que máximo.

E nessa de alguns dias serem semanas e semanas serem meses, o tempo passa, o mundo muda, a vida muda, os dias mudam e o calendário não muda, daqui há aproximadamente 365 dias, serão 25 de setembro novamente.

Pra você que se perdeu no texto, desista! Abre o Orkut, vá ler um jornal ou algo mais interessante. E pra você que se perdeu na vida... veja só, mais um ano se passou.
Mais um ano perdido?
Não, mais um ano vivido. E mesmo que não muito bem vivido, pelo menos foi vivido. Veja bem, você poderia ter sido atropelado semana passada.
Pelo menos fica a esperança e uma certa facilidade de obter um próximo ano melhor.

E nesse clima de ''ano novo, vida nova'' antecipado, fecha-se o ciclo de um ano maravilhoso e abre-se outro, de sei lá quanto tempo. Um anos, talvez menos, talvez mais, talvez uma vida, talvez duas.

Enfim, foda-se! Hoje é sábado, vamos bebemorar!

Parabéns pra mim, mais um ano!
Parabéns pra você também. E muito obrigado.

E parabéns pro Rafael também, afinal, ele sim é o anivessáriante do dia.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Via e Vem

Aaah a vida e esse vai e vem.
Pessoas vão e voltam, os carros que às 7h vão, às 18h estão de volta.
Os pássaros migram para sobreviver, mas um dia voltam.
A reciclagem, apesar de não muito praticada também é uma maneira de ida e

volta.
Até os direitos humanos...
Até os mesmos, cantados no funk falam em ''ter o direito de ir e vir''
O tempo! Oh, Jesus, o tempo. Cazuza cantou que ele não para.
E realmente não para, mas convenhamos, agora são 17h35. E daqui a 23h e

50minutos, faltarão 10 prás 17h35 novamente.

Um outro ótimo exemplo disso é meu pai, que sem chave, insiste em voltar em

casa de 15 em 15 minutos.
E eu, cheio de sono que estou, não consigo durmir em apenas 15 minutos.
Ao contrário de mim, minha irmã consegue durmir em 15 minutos, ou seja, sobra

sempre pra mim a árdua missão de abrir o portão.

Exemplo de vida esse meu pai.

Moral de toda a história:
A vida passa!
Contente-se,
Você pode ter tudo hoje
E amanhã pode ter nada
Andei pensando muito na vida
E descobri que essa porra é furada

Óh! Tarda mas não falha. 16 minutos e já tá ele lá de novo. FUI!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Eu não quero aquele, eu não quero aquilo

Quero um copo d'agua.
Se possível, só a água.
Um banho de mar,
Um mergulho na cachoeira
Quero sentar no chão,
mesmo estando ao lado da cadeira

Parar na grama da praça
De baixo da árvore mais alta
Parar de respirar essa fumaça
Me afastar de quem a faça
Quero ficar quente se estiver quente
E no frio,
esquentar corpo a corpo, somente

Ouvir só o som do violão
Afina-la no ouvido
Sem me importar se ficou realmente bom
Mandar flores aos amores
Destribuir beijos na mão

Quero simplicidade
Quero esfriar esse planeta
Seja como for
Quer um copo d'água
Pra diminuir esse calor