quinta-feira, 10 de junho de 2010

Guerreiro? Eu sou é Brahmeiro!

Há quatro dias da tão aguardada estréia da Seleção brasileira na Copa do Mundo da África do Sul, nós, brasileiros, temos motivos de sobra para festejar.
As eleições não acontecerão agora, o vazamento que entope os oceanos de óleo se encontra bem longe do território brasileiro, o Maradona é tão mau técnico quanto o nosso amado Dunga e a nossa queridíssima seleção sequer toma conhecimento dos adversários e sai aplicando sonoras goleadas em território africano.

Foram simplesmente cinco gols para os guerreiros de Dunga no último amistoso; e mais três no anterior. Somando oito gols em dois jogos. Média mais alta do que a dos cobissadíssimos meninos da Vila.
Realmente... Muito animador!
Já posso ouvir os gritos de ''sou brasileiro com muito orgulho'' pulando garganta a fora. Os meio fios já intercalam as cores de nossas bandeiras. Bandeira essa, que já se encontra estampadas em janelas, portões, carros e paredes. Fios, postes e as casas mais altas, já se escondem em meio às fitilhas dependuradas nas ruas de todo o país. E a quase mofada camisa canarinho, é resgatada do fundo do armário após quatro anos de esquecimento. Até o patriotismo, que também manteve-se mofando, escondido em algum guarda-roupas durante os mesmos quatro anos volta a pulsar nas veias mais esverdeadas do que antes, e agora, também amareladas.

Também... Tanta empolgação não é pra menos.
Com show de bola pra cima de Zimbabwe e Tanzânia, quem é que não se anima? (Zimb..Zimbwea...Zimbabweanos... enfim, moradores do Zimbabwe e da Tanzânia que me desculpem)

BRASIL, o país do futebol.
E nós, brasileiros, torçamos com força de guerreiro para nossos brazucas.
E que Coréias, Costas do Marfim e compania sejam como Tanzânias e Zimbabwes. Caso não sejam, é bom que o verde de nossas veias aguentem o amarelado que por ventura possa vir.




→ Jack soul brasileiro e não ofereço à minha seleção a torcida esperada.
Ofereço aos brasileiros, dreads verde e amarelos com um precinho camarada. Quem se interessar, pode me procurar.

Um comentário: