quarta-feira, 21 de abril de 2010

Abro a janela, vejo um muro.

Olho pro céu, não vejo estrelas.

Olho ao redor e não vejo saída.

sábado, 17 de abril de 2010

Foda-se, 50 centavos!

10 - 04 - 2010
Viradão CArioca adiado, portanto, sem Pitty.
Churrascão da faculdade rolando. Rolando em tão tão distante, portanto, sem chance.
Saco cheio do Manel, seu bar, sua sinuca torta e seu sotaque português, então... FUDEU!

Eis então que surge a infeliz idéia. - Partiu, M4??? (pausa dramática)
Toda minha vida passou em diante dos meus olhos em segundos, no entanto a ganância falou mais alto. FOOODA-SE, 50 CENTAVOS!

Então fui eu, com frio, com fome, cansado e com vergonha da minha própria face, porém, com algo na mente, martelando como justificativa. FODA-SE, 50 CENTAVOS!

O lugar não era perto, o meio de transporte era as pernas, as principais músicas eram ruins, todas as outras também eram e a cerveja, provavelmente era choca, mas FODA-SE, 50 CENTAVOS!

Chegando lá, a fome tinha aumentado, junto com o cansaço e a vontade de desistir e me matar, afinal ainda dava tempo. Além dos 50 centavos, mulher entrava de graça, mas eu acho que esqueceram de avisar isso à elas.

Tinha pouca gente lá dentro, menos ainda eram as mulheres, as poucas que tinham impregnavam um leve aroma kolonezado no ambiente e as que não contribuíam com isso, não eram mulheres. A trilha sonora realmente era muito ruim e a fila da cerveja era muito grande, mas FODA-SE, 50 CENTAVOS !

Quanto às músicas, houve um momento sagrado, em quem começou UMA bem legalzinha, mas então surgiu uma voz por cima, pensei: - É o maluquinho chato de novo falando do Corsa sedan Prata. Realmente era o maluquinho chato, mas dessa vez, avisando que era o fim.

Mas FODA-SE! Melhor do que ficar em casa. E teve aquele porém... 50 CENTAVOS!

sábado, 10 de abril de 2010

Tédio com um D...

Plagiando descaradamente o inigualável Renato Russo, com um pouco menos de brilhantismo, conto-lhes mais uma triste e entediante história ocorrida na nossa queridíssima Baixada Fluminense.
-Mas se plagiar, porque não plagiar direito, porque D e não T?
Uéué, apenas um trocadilho zoando Duque de Caxias, mais um trocadilho zoando Duque de Caxias, ou melhor, mais um trocadilho sem graça zoando Duque de Caxias.

-Mas o que há de tão ruim por lá, o que Caxias faz pra merecer, qual o grande problema desse lugar?
Bom, Caxias não tem nada de ruim, Caxias não tem nada de bom, Caxias não faz nada, pra merecer nada, Caxias não tem nada, Caxias não tem nem problema, esse é o grande problema.

As vezes me pego falando sozinho, perguntando para o ar, para o vento, para os espiritos. Outro dia questionei: ''Porra Cazuza, como assim o tempo não para, onde você estava com a cabeça quando disse isso ?'' (o tempo realmente parece estar parado as vezes, diante da grande falta do que fazer). O Pior de tudo foi que eu o ouvi responder: ''Beem longe de Caxias...''.
Pior de tudo até que não, tá sendo válida essa experiência de conversar com pessoas do outro plano, afinal é bom fazer qualquer coisa quando não tem nada pra fazer.

Aah, e detalhe ( detalhe com T, potz, mais um trocadilho sem graça ), detalhe para a chuva que tentou parar o Rio e conseguiu. Conseguiu também parar mais ainda a minha vida caxiense. Fiquei sem aula, ou seja, mais algumas horas sem nada pra fazer. Nem escrever eu consigo, vou escrever sobre o que, sobre a chuva?
Estou tão longe que nem choveu direito aqui, só tá frio pra caralho. E o lugar é tão sem graça que nem tem aquela de Bangu, que o termômetro marca 52ºC mas a sensação térmica é de 76ºC, esqueceram de fazer a sensação térmica diferente da temperatura real nos termêmetros, pra deixar tudo mais sem graça ainda. Falando em termômetro, não tem isso por aqui também não, o último que eu vi foi na estação e Bonsucesso.

Como é chata a vida dos sonho, só comendo e durmindo!! Falando nisso... São 10h35 da manhã, bateu mó sono, acho que vou tirar um cochilo. volto depois, um pouco antes da soneca das 14h, boa noite! zZzZ

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Assim como a injusta e polemica divisão dos royalts oriundos do petróleo do pré-sal, citados inclusive nesse blog um dia desses, está também para ser votada e porque não, até aprovada, uma lei que possibilitaria a castração dos pedófilos desse nosso Brasil. Isso mesmo, pega uma criancinha cá, e perde outra acolá.

Falando assim parece que é simples, mas na verdade não é bem assim que funciona. Primeiramente você tem que ser pego, e depois ainda tem que ser condenado, preso e etc... Nem é tão normal acontecer essas cosias nesse nosso Brasilzão, e o farpador lá, das novinhas E novinhos de 14,13,12..-1,-2,-3, pode escolher se será castrado ou não. Funciona da seguinte maneira... O cara, troca 1/3 da pena pela castração, que não é nada demais, nada sanguinário, nada de ritual masoquista, facão, nada disso. É uma castração Química, enchem o cara de hormônio, e diminui a libido do sujeito, o cara fica menos galudo, e intuito de desgaludação deve ser fazer com que o cara perca o interesse em crianças, ou sei lá, punir sexualmente o sujeito..

Mas eu... e minha humilde opinião, duvidamos da funcionalidade da tal lei, já que o cara pode escolher ser castrado ou não. Pode até funcionar, se o pedófilo, além da pedofilia, for adepto da mutchatchisse avançada.
Pensa só, desgaludado, o cara vira menininha fácil fácil dentro da cadeia, nos outros 2/3 de pena que o resta.

Enfim... se será aprovada, não sei. Aprovada ou não, tanto faz.
Mas eu acho que o tio Michael não ficaria muito feliz sabendo dessa novidade.